Wagão integra a rede nacional de marketing de Bolsonaro

O empresário Wagner Camargo passa a integrar a Rede Nacional do Marketing de Jair Messias Bolsonaro, com ampla divulgação de entrevistas sobre o pré-candidato nas redes sociais.

Dois vídeos gravados em sua cidade natal já rendeu mais de 100 mil visualizações no Youtube, o maior número de pessoas e seguidores já alcançado em redes sociais por pessoas públicas de Jaraguá.

Falando sobre a pré-campanha de Jair Bolsonaro, Wagner Camargo responde as perguntas com muita convicção sobre os projetos de governo do pré-candidato que vem crescendo nos últimos meses na opinião de votos dos eleitores.

Segundo ele, é preciso que os militantes e simpatizantes de Bolsonaro se integrem em um Rede Nacional de Marketing do deputado e pré-candidato à presidência da República.

Em uma visita informal na vizinha cidade de Goianésia, Wagão diz que foi recebido por vereadores, médicos e simpatizantes de Bolsonaro em uma feira livre da cidade, onde o parabenizaram por suas entrevistas em vídeos postados nas redes sociais, o que vem chamando a atenção de milhares de seguidores.

Wagão prega uma mudança radical no cenário político nacional, com a renovação dos membros do Congresso Nacional e do Senado, considerado que a grande maioria dos parlamentares já estão comprometidos com a Justiça por prática de atos inadequados ou suspeitos dentro da política.

Nossos deputados e senadores estão, na grande maioria, sendo investigados, tanto em operações policiais quanto em ações promovidas pelo Ministério Público Federal com autorização do STF, diz.

O empresário diz que mantém sua pré-candidatura para Deputado Estadual na base de Jair Bolsonaro, e que sua campanha não terá dinheiro, e sim, ideologia.

Ele ainda conta com a forte expressão do delegado e Deputado Federal  Waldir (PR-GO), com quem mantém laços pessoais de amizade.

Sobre a condenação do ex-presidente Lula (PT), Wagner Camargo disse que era isso que o povo esperava, ou seja, o TRF4 condenou Lula pelos crimes apontados na Operação Lava-Jato, confirmando todas as decisões do juiz Sérgio Moro.

“O Lula terá seu direito político cassado e mantido na última instância, não podendo sair candidato, e ainda será preso”, pontuou.

Em sua entrevista, Wagner Camargo convida todos os seus seguidores das redes sociais para se juntar nas fileiras de Jair Bolsonaro, principalmente na questão da mídia, onde cada um deve fazer sua parte na divulgação da ideologia do pré-candidato.

Veja a entrevista

Share Button

você pode gostar também Mais do autor