Publicado em: qua, ago , 2017

Vigilância sanitária garante a qualidade da água para a população


A Vigilância Sanitária de Jaraguá emitiu alerta sobre boatos onde apontavam que o sistema de abastecimento de água estaria contaminado, sendo imprópria para o consumo.

Em entrevista à imprensa local, o diretor da Vigilância Sanitária, Vilmar Henrique, disse que as informações distribuídas em redes sociais eram inverídicas, ou seja, não há qualquer fato que comprove que a água que abastece Jaraguá esteja contaminada.

Segundo ele, a Vigilância Sanitária Municipal realiza coleta em pontos estratégicos de Jaraguá, onde são analisadas 25 amostras mensais, além de uma análise no Laboratório oficial do Estado, o Lacem.

O que aconteceu, segundo Vilmar Henrique, é que houve um mau cheiro na água do Rio que abastece a estação de tratamento da Saneago, porém, nada que compromete a saúde da população.

Quanto ao cheiro, a Secretaria de Meio Ambiente e a própria Saneago estão trabalhando para identificar os motivos.

Exames laboratoriais

No total, são coletadas 25 amostras de água em pontos diferentes da cidade, onde é realizada uma análise de campo. Outras 10 (dez) amostras mensal são enviadas para o LACEN em Goiânia para analise bacteriológica. Caso o LACEM reprove a amostra enviada, há um procedimento mais detalhado, no sentido de apurar as falhas nas amostras enviadas, ou assegurar a qualidade da mesma.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail