Sem servidores, chefe da SMT trabalhou sozinho em evento cívico

Quem viu a viatura da Superintendência Municipal de Trânsito (SMT) nas ruas de Jaraguá, nessa quinta-feira (7), até pensou que o carro oficial não estivesse em serviço.

Para controlar o trânsito no local onde aconteceu o desfile de 7 de Setembro, no centro da cidade, somente o superintendente da SMT esteve no local, ou seja, sem nenhum agente para executar o serviço.

Questionado se o mesmo estaria só, o superintendente Amarildo disse que havia outros dois servidores em outras avenidas, porém, nenhum deles foi encontrado pela produção durante o desfile das escolas.

Segundo o chefe da unidade de segurança pública, já houve vários pedidos para que a prefeitura disponibilizasse fiscais para promover a segurança no trânsito de Jaraguá, o que ainda não aconteceu.

A SMT vem sendo alvo de duras críticas por parte da população, incluindo por alguns vereadores, como Valdeni Galinha (PSD), que, segundo ele, o órgão existe, mas não funciona.

Para controlar o trânsito no evento cívico, e sem agente para auxiliar, o chefe Amarildo não tinha sequer uniforme de identificação.

Não havia também cones e fitas de isolamento, o que poderia facilitar o serviço da SMT.

Share Button

você pode gostar também Mais do autor