Publicado em: ter, jun , 2017

Sem gabinete, vice-prefeita também se afasta dos holofotes da mídia


A vice-prefeita de Jaraguá, Simone Margarete (PSDB), aos poucos vai se afastando dos holofotes da mídia, em comparação com os primeiros dias da administração, quando a empresária do serviço póstumo chamou para si momentos especiais na imprensa local.

Com a promessa de que a vice-prefeita teria um gabinete exclusivo na sede do Poder Executivo, ao lado do prefeito Zilomar Oliveira (PSDB), Simone Margarete parecia que iria resgatar uma tradição há muito tempo perdida na administração municipal, ou seja, ter sua própria cadeira no Palácio do Sol.

O tempo vai se passando e nada de gabinete para a vice-prefeita. Pode ser apenas um sinal de que alguém reivindicou o poder quase absoluto na gestão, dizem especuladores políticos.

Longe dos holofotes da mídia local, Simone, juntamente com seu marido, José Francisco (Zecão), parecem ignorar os rumores criado por eles mesmos em torno de seus nomes para disputa por uma vaga na Assembleia Legislativa de Goiás, conforme anunciado pelo próprio Zecão.

Sair candidato a deputado estadual seria muito para quem acabou de entrar em uma administração, dizem alguns.

Zecão pode estar blefando, já que seu propósito mesmo seria um espaço dentro do grupo do deputado estadual Nédio Leite (PSDB), no sentido de sair candidato a prefeito de Jaraguá, projeto que também pode sobrar para a vice-prefeita na próxima campanha, acreditam outros.

Uma coisa é certa no cenário político municipal: o caso não vai terminar em abacaxi dentro do grupo de Zilomar Oliveira e do deputado Nédio Leite, e uma divisão dentro do grupo não é uma possibilidade muito distante.