Sargento do Corpo de Bombeiro do DF é preso por ato terrorista

Um sargento do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal de 44 anos foi preso, na madrugada deste domingo (3), após roubar uma viatura da corporação e seguir, em alta velocidade, em direção ao Congresso Nacional. O carro foi interceptado perto da Catedral de Brasília, no início da Esplanada dos Ministérios. Ninguém ficou ferido.

No início da manhã, militares dos Bombeiros e da Polícia Militar informaram que o homem aparentava estar “em surto aparente”, e gritava que “não iria parar” no rádio comunicador do carro.

A viatura teria sido subtraída da unidade da corporação sem ordem do superior, onde o sargento era lotado, e percorreu certa de 30 km até o destino escolhido pelo condutor.

Em direção a Esplanada dos Ministérios, houve tiros disparados contra os pneus da viatura até que houve a parada. Todo percurso foi acompanhado por soldados do Corpo de Bombeiros e com o apoio de homens da Polícia Militar.

O veiculo militar foi retirada do quartel de Ceilândia, cidade satélite de Brasília.

Autoridades falam em ato terrorista que poderia ter motivado o militar do Corpo de Bombeiros a usar a viatura de segurança contra órgãos governamental instaladas na Esplanada dos Ministérios.

Não há informações sobre o militar e o que teria motivado sua ação. Pelo rádio, é possível ouvir os colegas de trabalho dando ordem de parada, sem que fosse atendida.

Share Button

você pode gostar também Mais do autor