Representante da AUJA reclama da Prefeitura por cobrança de transporte

Com dificuldade para pagar a mensalidade do transporte estudantil, o Presidente da Associação dos Universitários de Jaraguá (AUJA) postou em redes sociais uma cobrança da Prefeitura para os associados.

Segundo o representante dos acadêmicos de Jaraguá que usam o ônibus da Prefeitura para estudar em Anápolis, em torno de 160 acadêmicos, o prefeito Zilomar Oliveira (PSDB) havia prometido durante campanha eleitoral, que pagaria todas as despesas de transporte, porém, a Prefeitura vem anunciando que a Associação dos Acadêmicos deve devolver ao município o valor de R$ 33.000,00, sob pena de cancelar o contrato com os prestadores do transporte.

“O problema é o seguinte: a conta não fecha, pois cobramos R$ 180,00 mensal dos associados, e a soma total líquida que recebemos no mês não dá para pagar os R$ 12 mil mensais para a prefeitura pagar a conta de R$ 33 mil, que até agora, eles afirmam ser nossa” (…).

A nota do representante diz ainda que houve, dia 02 de outubro de 2017, uma reunião entre representantes da AUJA e Prefeitura, tendo participado o promotor Everaldo Sebastião como intermediador.

Na ocasião, a Prefeitura havia avisado que, caso a associação não pagasse uma dívida no valor de R$ 33.000,00 reais, eles cancelariam o edital de fretamento de ônibus para a AUJA.

O valor se refere a meses anteriores à Julho/2017. Esta dívida nunca foi acordada por escrito, diz Thalis Avelar.

Continuando, Thalis Avelar disse que na reunião foi deixado bem claro que a licitação entre Prefeitura e a terceirizada de ônibus foi para fornecerem dois ônibus, os quais já viriam com motorista, combustível e o aluguel dos ônibus.

Para o vereador Roberto Moreira, líder do Poder Executivo na Câmara, há uma reunião entre a Prefeitura e o representante dos acadêmicos para buscar uma solução para o impasse.

Segue a nota emitida por Thalis Avelar em sua página do Facebook (Aqui)

Share Button

você pode gostar também Mais do autor