Publicado em: sex, jun , 2017

Proteção aos animais é tema de debate durante festa das cavalhadas


Uma das maiores festas religiosa e cultural de Jaraguá, a Festa das Cavalhadas é também uma das que mais geram discussões em redes sociais, canal usado pela comunidade para se posicionar sobre o que acontece durante os eventos.

Bandeira erguida pelas ONG’s de proteção aos animais, com pelo menos duas representações em Jaraguá, a causa ganha ainda a ajuda incondicional do Ministério Público de Goiás, na pessoa dos promotores de Justiça.

Em 2016, um cavalo foi filmado agonizando na principal Avenida da cidade, devido a uma dor, segundo veterinários que viram a imagem. O caso foi um divisor de água sobre a causa dos animais relacionados com as festas tradicionais que ocorre na cidade, incluindo a Exposição Agropecuária e Festa do Peão.

O Ministério Público se posicionou e, por meio de uma notificação à Prefeitura, e com base na Lei 9.605, de 1998, notificou requisitando fiscalização durante a festa, inclusive por parte da Polícia Militar, Secretaria do Meio Ambiente e outros órgão do poder público.

Foi disponibilizado ao conhecimento os nomes e telefones de duas pessoas que ficarão de prontidão para atender qualquer denunciam de maus tratos.

É mais uma ação de órgãos que se juntam para promover o respeito aos animais, ao mesmo tempo em que mantém a tradição religiosa e cultural sem maiores problemas.