Publicado em: qua, fev , 2017

Presidente da Câmara defende direitos dos servidores públicos


O Presidente da Câmara de Vereadores, Werlon de Oliveira (PDT), disse, na sessão desta terça-feira (14), que a reforma administrativa do Poder Executivo não afetará em nada os servidores públicos efetivos.

Segundo informações divulgadas em redes sociais, o projeto de reforma administrativa poderia tirar vantagens salariais dos servidores, como quinquênio e salubridades.

A informação foi desmentida pela assessoria do prefeito Zilomar de Oliveira (PSDB).

Para o presidente da Câmara, Werlon Coró, antes de ser aprovada, a proposta do governo de Jaraguá passa primeiro pelas comissões que analisa cada artigo nele inserido.

“Estou aqui para garantir que nenhum projeto que pode prejudicar os servidores públicos chegou nessa Casa de Leis”, disse o presidente.

Além do presidente da Câmara, outros vereadores também disseram que não tinham conhecimento de projeto que fosse contra os direitos adquiridos pelos servidores efetivos.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail