Publicado em: qui, maio , 2017

Prefeitura corta repasse para a Apae e ainda toma o ônibus dos alunos


Após publicação da matéria publicada nesse portal, onde foram citados os problemas da Apae de Jaraguá, em relação à falta de recurso, principalmente após a Prefeitura cortar o repasse mensal, alguns fatos estranhos aconteceram em relação à instituição.

O recurso que era repassado pela Prefeitura por meio de convênio era no valor de R$ 2.800 (dois mil e oitocentos reais), e que hoje não é mais repassado.

Além do recurso cortado pelo município, a Prefeitura ainda recolheu da instituição o ônibus que transporta os alunos, declaração feita pelo vereador Leirso Cordeiro (PSB), ônibus que foi doado pelo Governo Federal.

Segundo o vereador, a instituição Apae é um órgão beneficente, que atende pessoas de Jaraguá, sendo que sua Diretora, Marizete Lobo, cortou o Brasil para defender os interesses da instituição, fazendo cursos e promovendo as ações sociais realizadas ali.

Na ocasião, foi dito pelo vereador na Tribuna da Câmara que houve uma ligação de uma pessoa ligada à Prefeitura pedido o afastamento da direção da Apae de Jaraguá, isso porque, segundo presume, foi o anúncio da suspensão de convênio com o órgão beneficente e de saúde pública.

Em nota emitida pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura, foi anunciado que o município repassou um valor de R$ 9.000,00 (nove mil reais), valor de ajuda para a realização de um Congresso realizado no último fim de semana, sem relação com o convênio citado.

A Apae recebe ajuda do Estado para a alimentação dos alunos excepcionais, além de fornecer os professores.

Resposta da base governista

Em seu discurso, o vereador da base governista, Roberto Moreira, disse que compreende os problemas da Apae, e disse que a Prefeitura tem muitos gastos com outras instituições, mas que fornece três professores para a unidade, um aluguel do ônibus, no valor de R$ 7.000,000 (sete mil reais), além de pagamento do lanche; bem como, um valor de R$ 800.00 reais repassados pela Assistência Social.

Quanto ao repasse mensal, o vereador disse que a Apae precisa de regularizar alguns documentos para que o repasse seja retomado. Sobre o ônibus, Roberto Moreira disse que o atual ônibus foi cedido em substituição ao que foi realocado para outra área.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail