Prefeito corta gastos com demissão mas apoia vantagem salarial

Enquanto o prefeito de Jaraguá Zilomar Oliveira (PSDB) vem cortando gastos com demissão de servidores comissionados, pessoas que ergueram sua bandeira na campanha eleitoral, ele pega carona com os vereadores e apoia o aumento do próprio salário com vantagens salarial.

O caso ganhou repercussão no estado após reportagem vinculada na TV Anhanguera, no jornal matinal.

Sem muita explicação, alguns vereadores disseram que o projeto de Lei é uma determinação do próprio Tribunal de Contas dos Municípios, orientando as câmaras a votar o 13º salário e abono.

Segundo dados divulgados pela Casa de Leis, os gastos com as regalias ou direitos trabalhistas, como chamam, deve custar pelo menos 500 mil reais por ano aos cofres públicos.

Embora os membros do Poder Legislativo digam que não há recursos para pagar o que eles mesmos votaram e como é um projeto de lei, os próximos prefeitos e vereadores já entram com o direito adquirido.

Parte da população mostrou indignação com a votação dos direitos trabalhistas dos vereadores e prefeito, considerando a crise econômica que deixa centenas de famílias de Jaraguá em situação delicada, muitas delas em estado de necessidade.

A população cobra lisura, transparência e, acima de tudo, moralidade e ética na administração pública. Nem tudo que é legal é moral, dizem alguns munícipes.

Para o prefeito Zilomar Oliveira, ele não é diferente de outro trabalhador, ou seja, todos têm direito trabalhistas

Share Button

você pode gostar também Mais do autor