Publicado em: qua, mar , 2017

Para Zilomar, companheirismo está acima da qualificação na administração


Ainda montando o quebra-cabeça da administração municipal, o prefeito Zilomar Oliveira (PSDB) vem procurando colocar cada peça no lugar dentro do serviço público.

Tanto para montar seu secretariado quanto para escolher os servidores em cargos de confiança, o prefeito já se deparou com um emaranhado de problemas que precisam ser resolvidos.

Indicados por vereadores e presidentes de partidos, os cargos de confiança e secretarias praticamente se transformam em uma espécie de gabinete da administração, onde os nomes que são apresentados nem sempre corresponde com a política administrativa e filosófica do prefeito.

Segundo Zilomar, ele trabalha dentro de uma linha bem específica na hora de escalar seu time, sendo que a qualificação e o companheirismo contam e muito nesse processo.

Se para alguns a qualificação profissional deveria ser o primeiro requisito na administração, para Zilomar ela vem em segundo plano, ficando em primeiro o companheirismo.

Que o diga quem trabalha nas secretarias e outros departamentos municipal. A falta de qualificação é patente em todos os setores, onde os cargos de confiança são distribuídos entre os partidos políticos e, alguns, até por indicação de vereadores.

Fatiar os cargos públicos é um processo natural depois de uma campanha, onde cada investidor cobra seu preço, sendo um deles os cargos de confiança.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail