Publicado em: qui, fev , 2017

Leirson cobra atenção da prefeitura com o salário do funcionalismo


A Câmara de Vereadores começou a discutir a Reforma Administrativa enviada pelo Poder Executivo, onde será votado o plano de cargos e salários dos servidores comissionados.

Os debates vão ganhando repercussão em cada sessão, onde os vereadores defendem que a reforma não afetará os servidores efetivos.

Vereadores discutem também meios para que os salários dos funcionalismo público não sejam afetados, em comparação com o salário dos que ocupam cargos comissionados.

Para o vereador Leirson Cordeiro (PSB), o prefeito deveria enviar para a Câmara uma planilha com os salários dos servidores públicos efetivos para que sejam comparados com os novos proventos constante na reforma.

Segundo o vereador, a Câmara não pode votar uma projeto que beneficia uma grupo de trabalhadores enquanto outro seja prejudicado com baixo salário, disse.

Em continuação do discurso, o vereador disse ainda que a prefeitura deve valorizar e dar ênfase ao Plano de Cargos e Salários dos servidores públicos efetivos, respeitando os direitos e garantias de cada departamento municipal, como as progressões verticais e horizontais.