Fiação e buracos estão no caminho dos feirantes e consumidores

As feiras livres de Jaraguá ainda merece atenção especial na questão de infraestrutura, principalmente em alguns bairros, como na Vila Isaura, onde cones da SMT servem de aviso sobre buracos no meio da passarela dos consumidores.

Em outras localidades onde são realizadas as feiras livres, o problema são as fiações de energia que ameaça a segurança dos que ali trabalham.

Outro problema é a falta de banheiro químico para atender a demanda, e ainda a questão das taxas da prefeitura que vem sendo regulamentada aos poucos, sendo elas objeto de reclamação dos feirantes.

Esta semana, a Vigilância Sanitária começou as vistorias nas feiras a pedido do Ministério Público, onde os fiscais estão averiguando a questão de higiene, rotulagem dos produtos e boas práticas de alimentação.

Os açougues também são alvos da fiscalização sanitária, onde são vistoriadas as condições das carnes, a origem e também a exposição, que deve estar em refrigeradores.

A Secretaria de Agricultura ainda não padronizou as bancas dos feirantes, como acontece em outros municípios.

Share Button

você pode gostar também Mais do autor