Publicado em: dom, mar , 2017

Consumidores dividem espaço com fezes de animais na feira de Jaraguá


As feiras livres de Jaraguá ainda estão longe de atender de forma aceitável os consumidores e comerciantes que fazem desse comércio seu meio de vida.

Sem ação fiscalizadora constante e aliado à falta de investimento do poder público municipal, como da Secretaria de Agricultura, os feirantes usam o espaço da maneira que podem em busca dos consumidores.

Fezes de animais estão espalhadas na feira coberta. Segundo um feirante, as fezes amanheceram no local, devido à presença de cavalos que passam a noite próximo da feira, nas imediações do lago seco.

Ao mesmo tempo em que representa total falta de ação para manter o local limpo para os agricultores, as fezes de animais ainda podem contaminar as pessoas e produtos de alimentação, por contaminação cruzada, já que ao pisar nas fezes, as pessoas acabam levando parte dela para o interior do mercado livre.