Publicado em: dom, mar , 2017

Câmara pede ao Estado o licenciamento do Parapente na Serra de Jaraguá


O vereador e Presidente da Câmara, Werlon de Oliveira (PDT), vem buscando junto ao governo estadual uma solução definitiva para que a licença de uso de rampa dentro da unidade de conservação permanente seja liberada para a prática do Parapente.

No ultimo fim de semana, o vereador esteve no CESIMA (Secretaria de Estado e de Meio Ambiente e Recursos Hídricos), onde protocolou o pedido de liberação para o Clube Goiases Parapente.

Segundo o Presidente da Câmara, o pedido foi realizado em nome de todos os vereadores. “Esta é uma luta desta Casa de Leis, e não meu”, disse Werlon Coró.

Próximo da realização de um grande campeonato, o XCerrado, os esportistas estão percorrendo uma verdadeira via crucies em busca de solução para o problema, já que a rampa de decolagem está dentro de uma reserva ambiental, o Parque Ecológico da Serra de Jaraguá.

Ainda em fase de delimitação, o parque ainda não foi totalmente demarcado, e ainda há parte em domínio privado, que são proprietários que não foram indenizados pelo Estado.

Uma decisão da Justiça, expedida pelo juiz Liciomar Fernandes, proibiu a prática de esporte dentro da reserva sem a devida licença dos órgãos competentes, o que complicou ainda mais a situação.

O Clube Goiases protocolou um pedido de licenciamento da rampa de decolagem na SECIMA há pelo menos dois anos, e desde então, o processo está seguindo o trâmite legal, disse José Leopoldo de Castro, Superintendente de Proteção Ambiental e Unidades de Conservação.